Incêndios em lugares fechados – Como reagir?

fevereiro 9th, 2013 por branemark

Clínica Branemark Center - Como agir em caso de incêndio

Bebidas, drogas e brigas são algumas das preocupações mais corriqueiras entre os pais quando os seus filhos vão ‘cair na balada’. Dificilmente orientações sobre como agir em casos inesperados de emergência, como o incêndio que ocorreu na Boate Kiss, em Santa Maria (RS), domingo passado, 27, são recomendadas.

No entanto, diante da tragédia que envolveu centenas de pessoas e interrompeu a vida de ao menos 231 jovens, que todos os finais de semana escolhem um casa noturna para se divertirem a fim de fugir da violência das ruas, não há como não se colocar no lugar dessas vítimas e fazer uma análise sobre a reação que cada um teria caso tivesse que enfrentar a mesma situação.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ao entrar em um estabelecimento fechado, deve-se fazer um mapeamento mental, visualizando portas de emergências, janelas, corredores e banheiros do local. Essa é uma ação preventiva que faz com que em situações de emergência a pessoa não seja tomada pelo pânico e tenha uma reação mais racional.

Mas como reagir em meio ao incêndio?

- Antes de qualquer coisa tenha decorado ou salvo em seu celular o telefone do Corpo de Bombeiros. Se você não sabe o número é 193 e deve ser acionado imediatamente a menor suspeita de incêndio, desabamento ou qualquer emergência.

- Não espere para ver no que vai dar a confusão. Procure imediatamente às saídas de emergência assim que perceber algo de errado. Lembre-se que nem sempre as portas de emergência estão localizadas ao lado da entrada principal, por isso a ação preventiva do reconhecimento do local é tão importante.

 

- A gente sabe que manter a calma em situações de risco não é nada fácil, apesar de necessária. Ao gritar, a quantidade de ar quente e gases tóxicos inalados pelas vias aéreas são bem maiores. Dessa forma seu pulmão e sentidos ficam bem mais vulneráveis.

- Em caso de incêndio, ao caminhar tente manter o corpo mais próximo ao chão. Reparem que quando algo queima a fumaça tende a subir, uma vez que o ar quente, por ser mais leve, demora mais tempo para atingir a superfície do solo, ou seja, ao ficar abaixado você proporciona um tempo maior de respiração.

- Outra dica importantíssima durante incêndios é manter-se vestido. Apesar da reação de tirar a roupa por conta do calor ser quase instintiva, o tecido evita que o corpo desidrate e ainda protege a pele de possíveis queimaduras.

- Se tiver um casaco ou blusa sobressalente coloque-as sobre o nariz, isso reduz a temperatura do ar e inalação de toxinas, apesar de não garantir a reposição de oxigênio. Essa tática é indicada somente em caso de fugas rápidas.

- Se estiver em condições ajude as pessoas a sua volta a deixar o estabelecimento junto com você, mas só se você ainda estiver lá dentro. Ao sair, lembre-se que é de extrema importância livrar as saídas para que aqueles que se encontram lá dentro possam ter espaço para sair.

- Em caso de emergência é normal que as pessoas fiquem descontroladas e saiam empurrando aquelas que estão a sua frente. Então, se cair, levante o mais rápido possível, pois em situações de correria como essa é comum que ocorram pisoteamentos. Caso não consiga se levantar fique deitado de barriga para baixo, isso o deixará mais protegido.

- Por último, mas não menos importante, não se coloque em situações de risco e evite ao máximo frequentar shows de pirotecnia em lugares fechados.

Postado em Notícias

Deixe seu Comentário

Por Favor: Comentário está sendo ativado e pode atrasar. Não há necessidade de reenviar o seu comentário.